Você Sabia?

Associação Recolhe Roupas para Financiar Projetos – Como Ocorre

A associção portuguesa recolhe roupas para financiar alguns projetos de suma importância para o país. Descubra aqui no blog como ocorre isso e quais as vantagens que a população mais carente terá.

ng4587620

O que você tem feito para ajudar o maior número de pessoas que passam por necessidades? Alguns talvez mencionem que em sua cidade não ocorre isso pelo fato de ser bem desenvolvida, já outros argumentam que há locais apropriados que já realizam esse tipo de ação e por isso não é preciso ou até mesmo que cada um destes tem de correr atrás dos seus direitos para que não estejam em condições difíceis.

Infelizmente ainda há muitos que pensam dessa forma, tanto em território nacional como internacional e isso muitas vezes restringe a possibilidade de muitas famílias serem mais felizes com boas atitudes. Todos sabem bem que nosso blog focaliza o continente africano e todos os acontecimentos, de forma positiva ou negativa que afeta diretamente toda a população e um deles está sendo a iniciativa que a associação portuguesa está tendo que recolhe roupas para financiar projetos que envolve a educação, saúde que é o aspecto principal a se levar em conta e vários outros que observará abaixo.

Como Ocorre as Roupas que Recolhe para Financiar Projetos

A ong chamada de Associação Humana teve essa brilhante idéia de reunir roupas usadas ou novas para quem desejasse doar, para que outras famílias pudessem aproveitar e transformar em dinheiro para financiar projetos ainda maiores. Em todo o território português foram distribuídos mais de mil e setecentos contêiner, mais especificamente na região de Lisboa e Algarve que por ano são cerca de cinco mil toneladas de vestuários e calçados recebidos. Então é feita uma seleção e mais da metade é enviado a África e o restante para as famílias com poucos recursos do próprio país.

tn-658-645-doacao

Além disso, algumas vão para lojas humanas onde são vendidas por preços baixos. Há casos de uma ou outra peça ser vendida a um cliente externo como a Tunísia ou Espanha, dependendo do estoque existente e do que realmente desejam. Em torno de 8% do que é recolhido acaba não sendo de proveito algum, então se destina a reciclagem, conforme a gestora menciona. So para ter uma visão de valores proporcionada, no ano anterior foi enviado pela associação 495 mil euros que equivale a R$ 220.000,00 para Moçambique e Guiné e para 2015 o objetivo é chegar a 550 mil euros. Todos estes aspectos são feitos tendo unicamente a missão de aumentar os níveis de formação para todos e melhorar a saúde e agricultura, gerando mais alimentos com o apoio de parceiros locais.

Por que é importante cada pessoa procurar colaborar de alguma forma com os mais necessitados em seu próprio país? Deixe seu comentário. Agradecemos a visita e até a próxima!

Autora: Amélia

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.