Você Sabia?

Campanha Evita Conflitos Étnicos Por SMS – Como Funciona

Descubra sobre a campanha que evita conflitos étnicos por meio de sms que é uma das formas mais usadas hoje em dia na comunicação. Veja como foi criada e de que forma funciona alcançando o objetivo principal.

IMG-7549

Infelizmente há muitos aspectos nos dias atuais que se todos pudessem melhorariam ou acabariam de uma vez por todas com elas. Em post´s anteriores mencionamos sobre as doenças que ocorrem em todos os lugares, mas principalmente nos países com poucos recursos, como é o caso de alguns localizado no continente africano e já ceifou a vida de milhares de pessoas.

Outro bastante preocupante são as guerras que existem em todos os lugares, embora um mais do que outros por diferentes razões mas há. Por isso é importante que as autoridades possam usar meios seja para descobrir quais são elas ou ferramentas para conscientizar da melhor maneira para que não causem isso. Pensando nisso é justamente o que está sendo feito no local descrito acima, uma campanha que evita conflitos étnicos usando o sms que se torna rápido e prático, onde dificilmente passa despercebido por todos, veja mais abaixo.

Como Funciona a Campanha que Evita Conflitos Étnicos

Quem teve a idéia foi o projeto sentinela que é um grupo canadense de prevenção de genocídio, combatendo a desinformação alimentada pelo ódio antes que chegue a violência. Um sistema chamado ‘Você tem certeza’ em Suaíli está sendo experimentado em Tana Delta que é uma região no leste do Quênia que sofre com esse tipo de massacre desde 2012. Então o Una Hakika que é o nome original do sistema verifica os fatos, cadastrando moradores voluntariamente, onde oferece informações precisas aos rumores que surgem na região.

images

Além disso, os que ouvem boatos podem relatar de forma anônima enviando uma mensagem para um código curto, que funciona como linha direta de verificação. Ao receber, o projeto entra em ação para pesquisar o quanto antes e informar a comunidade se os rumores são verdadeiros ou não. Para isso é apurado uma grande quantidade de informações de diferentes fontes e repassa o mais rápido possível para quem enviou o sms e esperam levar essa iniciativa para outras regiões se realmente der certo.

O que achou desse projeto? Deixe seu comentário. Agradecemos a visita e até a próxima!

Autora: Amélia

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.