Você Sabia?

Jovem Brasileiro Fez a Diferença Para Comunidades na África – Como?

Um Jovem brasileiro fez a diferença para comunidades na África e ainda continua fazendo. Descubra aqui no blog quem é ele e como foi feito isso, se tornando um grande exemplo aos que desejam ajudar outros de alguma forma.

150723001849-brunofeder5-624x351-crossgeographic

Nos dias em que vivemos observamos que diversas pessoas passam por situações difíceis, tanto de forma financeira, como na alimentação e em outras características, inclusive em cidades sub-desenvolvidas que muitos imaginam que dificilmente teria pessoas que necessitassem de algum tipo de ajuda.

 Como nosso blog tem como enfoque a África, salientamos semanalmente novidades que acontecem de maneira positiva ou negativa que infelizmente é um dos continentes que mais sofre com a desigualdade social e com a ganância por parte do governo, mas pessoas de todos os locais se mobilizam para tornar a vida dos habitantes cada vez melhor. Como por exemplo um que é digno de elogios que é o jovem brasileiro que fez a diferença para comunidades desse local, veja de que forma isso aconteceu e a melhoria para os que se beneficiam disso.

Como o Jovem Brasileiro Fez a Diferença

Ele se chama Bruno Feder e tem 31 anos, é fotografo paulistano que está transformando a vida de uma comunidade rural na Uganda, através das suas fotos. Toda a renda que ele obtem do seu trabalho é revertida para que possa melhorar a condição de vida dos moradores de Wanteete que está localizada a 150km da capital ugandeses em Kampala. A vila tem cerca de 3 mil habitantes sem médicos, sem água limpa e nem mesmo saneamento básico que são os aspectos principais para a sobrevivência. Se iniciou no ano de 2013 quando Bruno decidiu fazer o curso no International Center of Photography ou mais conhecido como ICP em Nova York, onde teve a oportunidade de conhecer a fotografa Louise Contino que estava prestes a viajar para Uganda para ensinar os moradores a contarem histórias através das fotografias.

150722031428-brunofeder2-624x351-crossgeographic

 Ao retornar para o seu país de origem, teve a excelente idéia de vender as imagens que foram registradas na comunidade para melhorar a condição de vida dos moradores, criando assim o projeto Cross Geographic. Sendo assim, o dinheiro das 27 fotos, Bruno retornou a Wanteete em agosto do ano passado e ajudou de forma plena a equipar uma escola da comunidade por comprar as madeiras para as cadeiras e as mesas, medindo as crianças e obtendo tecidos para os uniformes.

O que achou dessa iniciativa? Deixe seu comentário. Agradecemos a visita e até a próxima!

Autora: Amélia

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Ivanir da Silva de Assis disse:

    Gostaria de saber se esse Brasileiro  Bruno Feder ainda se encontra fazendo esse trabalho na Africa. Como posso estar entrando em contato com ele. Muito bonito e solidario esse trabalho. Temos que pedir ajuda para esse trabalho nunca terminar e ajudar mais pessoas desse País. 

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.