Ajude-Nos Divulgar

População Vive em Áreas de Risco de Desastres Naturais – Informações Atualizadas

Foi lançado a poucos dias informações atualizadas da população que vive em áreas de risco de desastres naturais na região da África. Veja em nosso blog quais são elas para que esteja bem informado e para ajudar como puder se assim desejar!

O relatório foi feito pelo Programa das Nações Unidas para os assentamentos humanos ou mais conhecido como Un- Habitat no país, que ao ser feito o levantamento se notou que há diferentes locais se tornando perigosas visto que as residências estão próximas a leito de rios ou lagos, sendo mais comum ter os ciclones ou inundações.

Outro risco é a questão sísmica que vai de norte a sul e precisam ser analisados com bastante cautela para não haver piora. O documento salienta que apesar das estratégias criadas para amenizar, não há políticas adequadas para todos os moradores.

Informações Atualizadas da População que Vive em Áreas de Risco

O que tem cooperado para tais aspectos negativos é o fato das autoridades não respeitarem as zonas que estão disponíveis e que possibilite construir algo e o déficit de ajuda para construções corretas, o que leva a urgência ainda maior dos que estão correndo perigo. O prazo do tempo de pesquisa foi exatos seis meses que puderam avaliar tão de perto e chegar a esta conclusão. Algo que foi colocado em pauta é que uma porcentagem alta de habitantes não possuem o documento que comprova que estão livres para utilizar o aproveitamento de terra, o que desencadeia que o mercado de compras e vendas, o que se torna prejudicial por não pagarem os impostos.

Além disso, por não ter o que foi mencionado acima, não há qualquer tipo de segurança, visto que caso tenha sido pago os impostos, torna difícil que para que o governo pudesse investir em zona urbana e construir moradias novas. A solução encontrada é que os representantes governamentais possam criar idéias que ao ser colocadas em prática venha com boas infra estruturas e as necessidades das comunidades sejam sanadas da melhor maneira. Por fim, as leis precisam ser vistas o quanto antes para avaliar as que precisam ser revisadas e colocadas em prática o que já existia a tempos e criar novas outras para que todos possam ter um estilo de vida melhor.

Por que nem sempre os governos visam o benefício da população? Deixe seu comentário. Agradecemos a visita e até a próxima!

Autora: Amélia

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.